Ação Social
 10/10/2003 - NOVA VERSÃO DO CADASTRO ÚNICO FOI APRESENTADA NO CRATO
 


A Secretaria da Ação Social (SAS), com apoio da Prefeitura Municipal do Crato e da Universidade Regional do Cariri (Urca), realizou, na sexta-feira (10), no Crato, curso de capacitação para coordenadores e operadores da nova versão 5.0 do Cadastro Único. Esta nova versão permite incluir, excluir e alterar o responsável legal dos programas de transferência de renda do Governo Federal. O curso foi ministrado pelo instrutor Nasser Mustafá, da Caixa Econômica, para representantes dos municípios da região do Cariri e circunvizinhos.


Na abertura do evento, a coordenadora estadual do Cadastro Único, Silvana Crispim, ressaltou que o Ceará é uma referência na execução deste instrumento, utilizado para identificação adequada do destinatário das políticas sociais. Ela disse que apenas 27 municípios cearenses ainda não concluíram o cadastramento das famílias. O gerente geral da Caixa Econômica de Juazeiro do Norte, Francimar Antônio de Jesus,  destacou o papel do Cadastro, que é fazer chegar às mãos dos mais pobres um percentual de renda. "É importante orientar as pessoas a darem todas as informações possíveis e corretas, até para tirarem documentos, pois este é um processo de inclusão social", concluiu. O vice-reitor da Urca, José Nilton de Figueiredo, deu as boas vindas, enfatizando que o papel da universidade é estar presente em eventos da educação, economia e sociais, criando uma mentalidade das novas políticas.


O Cadastro Único permite que o Governo Federal, estados e municípios tenham um retrato real do público-alvo das políticas sociais públicas ¿ qual a renda da família, como são constituídas, quais os serviços a que terão acesso, grau de escolaridade. Informações estas que permitem a formulação e implantação de serviços sociais adequados às necessidades da população em situação de pobreza, cuja renda per capita seja igual ou inferior a meio salário mínimo. O Cadastro é também um banco de dados que subsidia as informações para os programas de transferência de renda, tais como: Cartão Alimentação; Bolsa Escola; Bolsa Alimentação, Auxílio Gás, entre outros. No Ceará, o Cadastro Único é coordenador pela  SAS, em parceria com o Ministério da Assistência Social, por meio da Caixa Econômica Federal. (imprensa@sas.ce.gov.br)